Times com mais rebaixamentos na história e na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro da Série A

Confira a lista dos times que foram mais vezes rebaixados para a segunda divisão na história do Campeonato Brasileiro da Série A e durante a era dos pontos corridos.

Confira a lista dos times que foram mais vezes rebaixados para a segunda divisão na história do Campeonato Brasileiro da Série A e durante a era dos pontos corridos.

A confirmação dos rebaixados da Série A para a Série B do Campeonato Brasileiro (Bahia, Grêmio, Sport e Chapecoense) fez com que um ranking no qual ninguém se orgulha se alterasse: o de clubes com maior número de rebaixamentos na história da competição.

Confira também: lista dos times que mais venceram o Campeonato Brasileiro

Apesar de existir desde 1959, a competição (que chegou a ter até 96 clubes em 1979) teve rebaixamentos apenas nas edições de 1982 e 1983 (nas quais as equipes poderiam ser promovidas no mesmo ano), de 1988 a 1999 e desde 2001.

Detalhe: nem sempre os times que foram rebaixados acabaram, de fato, caindo para a Série B do Brasileirão. As viradas de mesa ocorreram em 1992, 1996 e em 1999.

Confira a lista dos times com o maior número de rebaixamentos. Ao todo, 61 times já foram rebaixados no Brasileião. Fizemos também a lista de clubes que foram rebaixados mais vezes durante a era dos pontos corridos (desde 2003). No período, 38 times caíram (de fato) para a segunda divisão.

Ranking 1: Times que foram mais vezes rebaixados na história do Campeonato Brasileiro da Série A

1) Sport – 6 rebaixamentos – (1989, 2001, 2009, 2012, 2018 e 2021)

Coritiba – 6 rebaixamentos – (1989, 1993, 2005, 2009, 2017 e 2020)

Goiás – 6 rebaixamentos – (1982, 1993, 1998, 2010, 2015 e 2020)

América (MG) – 6 rebaixamentos – (1993, 1998, 2001, 2011, 2016 e 2018)

Vitória – 6 rebaixamentos – (1982, 1991, 2004, 2010, 2014 e 2018)

6) Santa Cruz – 5 rebaixamentos – (1988, 1993, 2001, 2006 e 2016)

7) Vasco – 4 rebaixamentos – (2008, 2013, 2015 e 2020)

Avaí – 4 rebaixamentos – (2011, 2015, 2017 e 2019)

Bahia – 4 rebaixamentos – (1997, 2003, 2014 e 2021)

Criciúma – 4 rebaixamentos – (1988, 1997, 2004 e 2014)

Náutico – 4 rebaixamentos – (1992, 1994, 2009 e 2013)

Fortaleza – 4 rebaixamentos – (1983, 1993, 2003 e 2006)

Paysandu – 4 rebaixamentos – (1983, 1992, 1995 e 2005)

14) Botafogo (RJ) – 3 rebaixamentos – (2002, 2014 e 2020)

CSA – 3 rebaixamentos – (1982, 1983 e 2019)

Paraná – 3 rebaixamentos – (1999, 2007 e 2018)

Ponte Preta – 3 rebaixamentos – (2006, 2013 e 2017)

Figueirense – 3 rebaixamentos – (2008, 2012 e 2016)

Grêmio – 3 rebaixamentos – (1991, 2004 e 2021)

Joinville – 3 rebaixamentos – (1982, 1983 e 2015)

Portuguesa – 3 rebaixamentos – (2002, 2008 e 2013)

Athletico (PR) – 3 rebaixamentos – (1989, 1993 e 2011)

Guarani – 3 rebaixamentos – (1989, 2004 e 2010)

América (RN) – 3 rebaixamentos – (1982, 1998 e 2007)

25) Chapecoense – 2 rebaixamentos – (2019 e 2021)

Atlético (GO) – 2 rebaixamentos – (2012 e 2017)

Palmeiras – 2 rebaixamentos – (2002 e 2012)

Ceará – 2 rebaixamentos – (1993 e 2011)

Juventude – 2 rebaixamentos – (1999 e 2007)

Gama – 2 rebaixamentos – (1999 e 2002)

Botafogo (SP) – 2 rebaixamentos – (1999 e 2001)

Bragantino – 2 rebaixamentos – (1996 e 1998)

Fluminense – 2 rebaixamentos – (1996 e 1997)

União São João (SP) – 2 rebaixamentos – (1995 e 1997)

Desportiva (ES) – 2 rebaixamentos – (1982 e 1993)

Ferroviário (CE) – 2 rebaixamentos – (1982 e 1983)

Mixto – 2 rebaixamentos – (1982 e 1983)

38) Cruzeiro – 1 rebaixamento – (2019)

Internacional (RS) – 1 rebaixamento – (2016)

Grêmio Prudente – 1 rebaixamento – (2010)

Santo André – 1 rebaixamento – (2009)

Ipatinga – 1 rebaixamento – (2008)

Corinthians – 1 rebaixamento – (2007)

São Caetano – 1 rebaixamento – (2006)

Atlético (MG) – 1 rebaixamento – (2005)

Brasiliense – 1 rebaixamento – (2005)

Remo – 1 rebaixamento – (1994)

Internacional (SP) – 1 rebaixamento – (1990)

São José (SP) – 1 rebaixamento – (1990)

América (RJ) – 1 rebaixamento – (1988)

Bangu (RJ) – 1 rebaixamento – (1988)

Brasília (DF) – 1 rebaixamento – (1983)

Galícia (BA) – 1 rebaixamento – (1983)

Juventus (SP) – 1 rebaixamento – (1983)

Moto Club (MA) – 1 rebaixamento – (1983)

Rio Branco (ES) – 1 rebaixamento – (1983)

Treze (PB) – 1 rebaixamento – (1983)

Itabaiana (SE) – 1 rebaixamento – (1982)

Nacional (AM) – 1 rebaixamento – (1982)

River (PI) – 1 rebaixamento – (1982)

Taguatinga (DF)– 1 rebaixamento – (1982)

Ranking 2: Times que foram mais vezes rebaixados na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro da Série A

1) Sport – 4 rebaixamentos – (2009, 2012, 2018 e 2021)

Coritiba – 4 rebaixamentos – (2005, 2009, 2017 e 2020)

Vasco – 4 rebaixamentos – (2008, 2013, 2015 e 2020)

Avaí – 4 rebaixamentos – (2011, 2015, 2017 e 2019)

Vitória – 4 rebaixamentos – (2004, 2010, 2014 e 2018)

6) Bahia – 3 rebaixamentos – (2003, 2014 e 2021)

Goiás – 3 rebaixamentos – (2010, 2015 e 2020)

América (MG) – 3 rebaixamentos – (2011, 2016 e 2018)

Ponte Preta – 3 rebaixamentos – (2006, 2013 e 2017)

Figueirense – 3 rebaixamentos – (2008, 2012 e 2016)

11) Chapecoense – 2 rebaixamentos – (2019 e 2021)

Botafogo (RJ) – 2 rebaixamentos – (2014 e 2020)

Paraná – 2 rebaixamentos – (2007 e 2018)

Atlético (GO) – 2 rebaixamentos – (2012 e 2017)

Santa Cruz – 2 rebaixamentos – (2006 e 2016)

Criciúma – 2 rebaixamentos – (2004 e 2014)

Náutico – 2 rebaixamentos– (2009 e 2013)

Portuguesa – 2 rebaixamentos – (2008 e 2013)

Guarani – 2 rebaixamentos – (2004 e 2010)

Fortaleza – 2 rebaixamentos – (2003 e 2006)

Grêmio – 2 rebaixamento – (2004 e 2021)

22) Cruzeiro – 1 rebaixamento – (2019)

CSA – 1 rebaixamento- ( 2019)

Internacional (RS) – 1 rebaixamento – (2016)

Joinville – 1 rebaixamento – (2015)

Palmeiras – 1 rebaixamento – (2012)

Athletico (PR) – 1 rebaixamento- ( 2011)

Ceará – 1 rebaixamento – (2011)

Grêmio Prudente – 1 rebaixamento – (2010)

Santo André – 1 rebaixamento – (2009)

Ipatinga – 1 rebaixamento – (2008)

América (RN) – 1 rebaixamento- (2007)

Corinthians – 1 rebaixamento – (2007)

Juventude – 1 rebaixamento – (2007)

São Caetano – 1 rebaixamento – (2006)

Atlético (MG) – 1 rebaixamento – (2005)

Brasiliense – 1 rebaixamento – (2005)

Paysandu – 1 rebaixamento – (2005)

Confira mais rankings na nossa seção Rankings Top.